<$BlogRSDURL$>

terça-feira, abril 20, 2004

Copy - Scale - Paste 

Como fazer de uma casa holandesa, uma sala de concertos portuguesa, em apenas 2 semanas.
Passo 1: a casa holandesa
Condimentos:
- um cliente com desejos de complexidade.
- 3 princípios = neuras do cliente: ódio pela desarrumação; medo do ano 2000 e do Bug; ambiguidade no viver da sua família.

Condições resultantes:
- esconder desarrumação - um contentor capaz de absorver o caos organizacional;
- garantia da autonomia de cada membro da família, mas permitindo sua reunião, quando voluntária. - espaços individuais para cada membro;
- exorcizar a fobia ano 2000, fazendo a casa assentar num disco que rodaria, aproveitando diferentes momentos, vistas, etc.

Passo 2: a casa de concertos portuguesa
Condimentos:
- 2semanas para entrega do projecto para a competição;
- quebrar com o mito da caixa de sapato = acusticamente perfeito, arquitecturalmente mortal;

Condições Resultantes:
- hiper eficiência; energia; inteligência; criatividade
- O túnel da 'casa' poderia tornar-se a detestada 'caixa de sapatos'. Retirá-lo e aumentá-lo, ao invés de construi-lo. Não há perigos de tédio.

Passo 3:
Um Scale da casa holandesa transformou-se na casa de concertos portuguesa. Como poderia uma casa, que respondia a condições tão específicas, ser capaz de ser usada para propósitos completamente diferentes?
Ao invés de uma luta pela forma, houve uma redefinição da relação entre público e sala de concertos. Aqui, o interior é revelado ao exterior sem ser didáctico, acessível a uma maior parte da população; o exterior é revelado ao interior como uma nova luz para a cidade.



Pergunta: (feita numa conferência, na passada 5a-feira)
- Que ideia pensa transmitir aos alunos com a Casa da Musica? Como pode dizer que este re-scale pode acontecer ao projectar duas coisas completamente diferentes?
Resposta:
- Não tentei passar uma mensagem. Não estou a dizer que esta é a maneira de se projectar. Estou apenas a ser honesto, a dizer que foi isto que aconteceu. E aconteceu, porque de facto, a Casa da Música resulta. O que fiz, permitiu resolver todos os problemas que tinha. Resolveu-se.

Mensagem, digo eu.
- Cada vez mais, não se pode criticar o método. Pode-se criticar um resultado final, e suas consequências;
o método, cada um tem o seu. Não digo isto porque o retiro das palavras de Koolhaas, apenas vem sendo uma constatação que se vai enraizando cada vez mais no meu pensamento. Faz uma casa a partir de uma música; vai buscar linhas de orientação aos pontos que quiseres e forma uma estrela de david; pensa num guarda-sol e baseia teu projecto no seu mecanismo. Todo o método é passível de ser utilizado.
No fim, conversamos.

|

Comments: Enviar um comentário

 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?