<$BlogRSDURL$>

segunda-feira, setembro 06, 2004

Ao encontro da banalidade  

O meu sistema de orientação demorou um pouco a se adaptar,mas um dia bastou para perceber os caminhos mais marcantes. Senti-me um verdadeiro Kevin Lynch em busca de pontos marcantes, construindo um mapa mental. Até posso dizer que tive o primeiro dia banal desde que cheguei. Acho que aconteceram as coisas mais banais, necessárias para tornar um dia igual a tantos outros. Felizmente para mim, porque julgo que necessito de uma certa banalidade para manter o equilíbrio psicologico. Acho que ela, banalmente, esta a chegar, com a repetição dos mesmos gestos.
Aulas, vir para casa, preparar uma refeição de combate, olhar para os desenhos rabiscados durante a manhã ao som dos ornatos (importante num dia banal), e de seguida esperar pelo jantar. Lavar a loiça, depois o café e por fim o computerinmyroomevening, e talvez um copito até mais tarde! Só falta mesmo a ligação à internet. OHHHHH...louvada sejas. Amanha vou tornar o dia ainda mais banal, tentar conseguir uma comunicação com o meu “Lap top”, e zzttt... viciar-me no messanger...banalmente comunicar com os outros, e ficar nesse derradeiro deleite o tempo que for possível.

|

Comments: Enviar um comentário

 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?